Home | História | Diretoria | Missão | Associados | Eventos Científicos | Eventos Sociais | Notícias | Links | Galeria | Convênios | Jornal | Contato
 

Secretaria da Saúde apresenta projeto educativo sobre endemias no Londrina Mais

O evento educacional Londrina Mais 2018 será realizado na sexta-feira de 10 de agosto no Parque de Exposições Governador Ney Braga, a partir das 9 horas, reunindo mais de dez mil estudantes e quase cinco mil professores da rede municipal, com apresentação de trabalhos e projetos, tendas interativas e outras atrações. Os agentes de Endemias estarão presentes expondo o projeto desenvolvido na Escola Municipal Vitório Libard, localizada no patrimônio Guairacá.

Segundo a educadora em Endemias, Lucimara Vasconcelos, o trabalho desenvolvido com cerca de 80 alunos da unidade contou com aulas teóricas e práticas. “Eles aprenderam, em sala de aula, sobre o ciclo do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como a dengue e o zika vírus. Também orientamos sobre a importância de eliminar os criadouros, impedindo a proliferação do mosquito, e isso foi aplicado na parte prática, pois os alunos percorreram a escola e seus arredores para recolher os possíveis criadouros”, detalhou.

Além da dengue e o zika vírus, o Aedes também transmite chickungunya e a febre amarela urbana. O estande da escola vai contar com maquetes que mostram os quintais certos e errados, simbolizando alguns tipos de criadouros. Os agentes de endemias estarão no evento das 9 às 13 horas. No sábado (11), o material educativo permanece na feira Londrina Mais, e as orientações serão repassadas aos visitantes pela equipe da escola municipal.

Feira da Saúde – Em parceria com o Sindicato Nacional dos Aposentados – Londrina, a Coordenação de Endemias da SMS participa da Feira de Saúde promovida neste sábado (11), no Jardim do Sol. A feira será realizada em frente ao supermercado localizado na Rua Plutão, 22, das 9 às 13 horas.

Será oferecido ao público que comparecer aferição de pressão, teste de glicemia e acupuntura. Lucimara explicou que os agentes de endemias vão prestar orientações não só sobre o Aedes aegypti, mas também sobre o bicho barbeiro, caramujo africano, esquistossomose, entre outros.

Fonte: Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina



Voltar