A atenção à saúde do homem se estende também ao coração e diabetes

Mudou o mês e as cores, mas os cuidados com a saúde continuam com atenção especial ao câncer de próstata e de boca, às arritmias cardíacas e o diabetes,  assim como com as campanhas informativas à população para a importância das consul­tas de pré-natal, para reduzir e/ou evitar os nascimentos prematuros, que é a principal causa de óbitos antes de a criança completar o primeiro ano de vida, e os esclarecimentos e fundamentos sobre a homeopatia, também uma especialidade médica.

O NOVEMBRO AZUL – Com origem na Austrália, em 1999, quando um grupo de amigos decidiu deixar o bigode crescer para chamar a atenção para a importância da saúde masculina, o movimento Novembro Azul chegou ao Brasil em 2008. O objetivo do mês em que, no dia 17 é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, é desenvolver ações que estimulem a população masculina a dedicar mais atenção à saúde e se conscientizar sobre a importância em prevenir do­enças, com foco no câncer de próstata.

Com população masculina estimada em 5,6 milhões de pessoas, o Paraná (que alcançou a marca de 11,59 milhões de habitantes em julho passado) foca a campanha de 2021 informando a população sobre os serviços disponíveis, em qualquer tempo, na rede pública, para os cuida­dos rotineiros e consultas periódicas.
A razão: estudos realizados pela secretaria de Estado da Saúde indicam que os homens têm me­nor número de consultas médicas por ano em comparação às mulheres e fazem menos uso de serviços de cuidado, por isso as ações não de­vem se restringir ao mês de novembro, mas sim ao longo de todo o ano. E o INCA – Instituto Nacional de Câncer, es­timou que entre 2020 e 2022 surjam 35.050 novos casos de câncer a cada ano, sendo que, entre os homens, os tipos mais frequentes são de pele e de próstata.

O ALERTA VERMELHO – E à cor azul soma-se também em novembro, a vermelha como alerta à prevenção do câncer de boca, que atinge, na sua maioria, a população masculina – em 2020, segundo o INCA, foram 15.190 novos casos no Brasil, sendo 11.180 homens e 4.010 mulheres. O câncer da boca (também conhecido como câncer de lábio e cavidade oral) é um tumor maligno que afeta lábios, estruturas da boca, como gengivas, bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas) e a região embaixo da língua. Sem a devida atenção aos sinais, a maioria dos casos é diagnosticada em estágios avançados.

O IMPACTO DO DIABETES – A cada 14 de novembro, a OMS se une à comunidade global de saúde pública para comemorar o Dia Mundial do Diabetes, conscientizando sobre o impacto da doença na saúde geral das pessoas e a mortalidade. A orientação à população é sobre como melhorar sua prevenção e o diagnóstico, tratamentos e medicamentos para controlar as compli­cações, prolongar e melhorar a qualida­de de vida dos que vivem com a doença que, em alarmante crescimento em todo o mundo, já tem cerca de 17 milhões de pessoas diagnosticadas no Brasil. Ainda segundo a Sociedade Brasileira de Diabe­tes (SBD), outra preocupante condição é o pré-diabetes, na qual já há alterações metabólicas importantes que devem ser tratadas precocemente.

O NOVEMBRO ROXO – O alerta para a importância das consul­tas de pré-natal, mesmo e especialmente em período de pandemia, vem da Socieda­de Paranaense de Pediaitria – SPP: a pre­maturidade é a principal causa de óbitos antes de a criança completar o primeiro ano de vida. Dados da SBP/SPP registram que o Brasil tem mais de 340 mil bebês nascidos prematuros por ano. O núme­ro equivale a 12% dos nascidos vivos e preocupa especialistas da área, porque é superior à média mundial de 10%. Por isso, o Novembro Roxo procura cons­cientizar a população de mulheres grá­vidas de que e consultas e exames de pré-natal não podem ser interrompidos, pois são a garantia de um nascimento seguro, e no tempo certo.

Share on whatsapp
Compartilhe