AML APOIA ESSA CAUSA

Com 1º de dezembro marcado como o Dia Mundial de Luta contra a Aids e pela Prevenção da Transmissão do HIV, a campanha Dezembro Vermelho se estende ao longo de todo o mês como alerta à população para a prevenção também de todas as doenças e infecções sexualmente transmissíveis. Neste ano, o público jovem é o principal alvo, já que a detecção do HIV/Aids entre jovens de 15 a 24 anos tem aumentado gradativa e significativamente nos últimos anos.

As ações do Dezembro Vermelho buscam sensibilizar a população quanto à importância do acesso à informação adequada sobre HIV, sobre a evolução dos métodos de prevenção e de tratamento. Passos importantes para que se consiga cumprir o compromisso, assinado na Declaração de Paris, de acabar com a epidemia de Aids enquanto ameaça à saúde pública até 2030.

Segundo dados mais recentes do UNAIDS, o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS, cerca de 37,9 milhões de pessoas viviam com HIV em todo o mundo até dezembro de 2018 e, destas, 24,5 milhões tinham acesso à terapia antirretroviral – medicamentos capazes de salvar vidas – até junho deste ano. Apesar deste enorme avanço, o mundo ainda registrou 1,7 milhão de novas infecções em 2018 e 770 mil mortes em decorrência da AIDS.

Share on whatsapp
Compartilhe