CFM lança novo Caderno de Educação Médica visando qualificação no ensino

Lançada no X Fórum de Ensino Médico (30 maio/Fortaleza), a publicação “Qualificação dos professores das escolas médicas” integra a série “Cadernos de Educação Médica”,  editado anualmente pelo Conselho Federal de Medicina.  “A produção desses textos configura uma forma de o CFM democratizar as ricas discussões realizadas em seus fóruns de ensino médico e, assim, contribuir para o aperfeiçoamento desse tema no País”, argumenta Lúcio Flávio Gonzaga, coordenador da Câmara Técnica do CFM que se dedica ao assunto.

“Diante de uma proliferação sem tamanho de escolas médicas no Brasil e do aumento do número de vagas de ingressantes, é premente a preocupação com a formação de professores que possam minimamente atender a necessidade de ensino de uma quantidade cada vez maior de acadêmicos”, afirmou o presidente do CFM, Carlos Vital, em sua mensagem de apresentação.

A obra foi coordenada pela pediatra Rosana Alves, professora da Universidade Federal do Espírito Santo e traz as conclusões da nona edição do Fórum, realizado ano passado em Brasília. Tem 88 páginas e aborda temas como “Docente de hoje e visão de futuro”; “Competências para a docência”; “Avaliação para a docência”; “Gestão acadêmica e programas de desenvolvimento docente”; e “Mérito acadêmico”. Ainda esta semana, o trabalho estará disponível em versão digital no site do CFM .

Para ter acesso ao que foi debatido em Fóruns anteriores, na mesma plataforma é possível acessar outras obras. O primeiro dessa séria é “Formação em medicina no Brasil: cenários de prática, graduação, residência médica, especialização e revalidação de diploma”, resultado do VIII Fórum Nacional de Ensino Médico, realizado em setembro de 2017. O segundo, que condensa, as discussões do VII Fórum, realizado em 2016, tem o título “Avaliação das instituições de ensino médico e do estudante de medicina”.

Fonte: Portal CFM

Share on whatsapp
Compartilhe