Londrina tem 7 unidades exclusivas e Centro de Triagem para casos suspeitos de coronavírus

As UBSs que terão funcionamento exclusivo para os usuários com sintomas respiratórios ficam nos jardins Guanabara (centro), Bandeirantes (região oeste), Ouro Branco (sul), Chefe Newton e Maria Cecília (norte), e Vila Ricardo (leste). As mudanças, valendo deste as 7 horas da manhã de quarta-feira, 24 de março, inclui a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Sabará, que funcionará 24 por dia, todos os dias da semana, apenas para casos sintomáticos de coronavírus.
Na reorganização do sistema municipal de saúde para atender o período emergencial de combate ao Covid-19, o prefeito Marcelo Belinati também convocará quase 500 profissionais de saúde, de forma temporária e emergencial, para atuar na rede municipal de atendimento à saúde dos londrinenses.

Em caso de dúvidas quanto aos sintomas do coronavírus, ou qual unidade de saúde procurar por atendimento, a Prefeitura disponibiliza o Disque-Coronavírus, com ligação gratuita. O número é 0800-400-1234, e o serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

Durante entrevista coletiva, transmitida na página da Prefeitura no Facebook, o prefeito explicou que a reorganização do sistema de saúde do município visa concentrar os locais de atendimento das pessoas que têm sintomas de doenças respiratórias, de forma a diminuir a circulação do vírus e o contágio de outras pessoas. “Os postos de saúde são para os casos mais leves, e a UPA para quem está há 48 horas com febre, dor no peito, falta de ar, dor no corpo e cansaço. Todo paciente terá o isolamento garantido e, eventualmente, poderá ser encaminhado ao hospital. E quem for orientado a procurar a UBS, peça sua máscara quando chegar, na recepção. Seguiremos rigorosamente todos os protocolos para diminuir o grau de contaminação das pessoas”, frisou.
Sobre os hospitais, o prefeito informou que as vagas estão sendo remanejadas de forma a garantir o máximo de leitos disponíveis aos pacientes que possam desenvolver quadros graves pelo coronavírus. “Estão sendo ampliadas as vagas de leitos no Hospital Universitário de Londrina (HU), inclusive de UTI, porque ali será referência para casos graves de coronavírus. Para isso, teremos a retaguarda da Santa Casa de Londrina e do Hospital Evangélico”, disse.

Contratações – Profissionais da área da saúde, que foram aprovados no Teste Seletivo nº 23/2020, serão convocados para ampliar o quadro da Secretaria Municipal de Saúde. Os editais serão publicados na página do certame, no Portal da Prefeitura, link http://bit.ly/SMSTesteSeletivo. “Autorizei hoje a contratação destes profissionais, são enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, técnicos de laboratório, para que possamos reforçar o sistema de saúde”, explicou o prefeito.

Secretário municipal da Saúde de Londrina, médico Felippe Machado – Foto: Emerson Dias/PML

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, citou que um novo edital deve ser divulgado pela Prefeitura, para contratar técnicos de enfermagem e médicos. No total, o Município deverá contratar 497 profissionais. “Amanhã deve ser publicado o edital de convocação dos aprovados no Teste Seletivo, e nos próximos dias devemos lançar um chamamento para contratação direta dos médicos e técnicos de enfermagem”, complementou.

Urgência e Emergência – Além de atender exclusivamente os quadros de síndromes respiratórias, a UPA Sabará também conta com um Centro de Triagem exclusivo para avaliação dos casos suspeitos. Na área externa da UPA, equipes vão avaliar cada paciente, verificando se é necessário o atendimento no interior da unidade ou, nos casos mais brandos, dando orientações para que o paciente faça seu isolamento em casa, e retorne se houver piora ou mudança dos sintomas.

O secretário municipal de Saúde citou que, além da contratação de mais servidores, a Prefeitura adquiriu novos equipamentos, anunciados na última semana, dentre eles respiradores, termômetros infravermelhos e oxímetros, e itens de proteção individual, como máscaras, macacões, e outros equipamentos. “O protocolo de isolamento e proteção do Ministério da Saúde será rigorosamente seguido, tanto para o paciente como para os servidores prestarem os atendimentos”, destacou.

Enquanto a UPA do Sabará for referência para os pacientes com quadro respiratório, a UPA do Jardim do Sol prosseguirá com os demais atendimentos. E, os pacientes com suspeita ou confirmação de dengue, serão assistidos no Centro Especializado instalado no prédio do CCI Norte, e na UBS da Vila Casoni. Nas demais UBSs de Londrina, a orientação é que consultas, avaliações e acompanhamentos sejam priorizados para casos essenciais.

Share on whatsapp
Compartilhe